Buenas, minhas gente, cá estou eu de volta após uma pausa longa e dramática!

Eu poderia simplesmente retomar meus posts com um esmalte da semana, uma dica de livro, ou um assunto qualquer, até porque eu sempre acho que ficar apontando defeitos e justificando tudo acaba evidenciando mais ainda uma coisa que queremos deixar escondida. Mas prefiro acreditar que tem alguém aí do outro lado que já me conhece de posts antigos e vai simplesmente perguntar: a cidadã passa mais de 2 meses sem dar as caras e me volta falando de esmalte?! Achei que seria um tremendo desaforo… Pensando nisso, resgatei do fundo da caixola o motivo inicial que me levou a fazer o blog, e achei que compartilhar pensamentos e fazer desabafos era um deles (drama forte!), afinal, desabafos é muito tricô de MariCotas :).

Quando criei o blog, queria um espaço para dividir pensamentos e dicas de todos os tipos, com qualquer pessoa que sentisse afinidade sobre os assuntos postados. Pensei numa espécie de encontro com amigos que você ainda não conheceu, sabe? Pois bem, então lá vem o desabafo da semana acompanhado de uma explicação sobre a minha ausência por aqui.

Eu quero fazer um monte de coisas e quero fazer tudo perfeito!!!!! Como faz gente? Eu sempre fui exigente com as minhas coisas, e de certa forma isso acaba me atrapalhando. Eu quero fazer tudo tão perfeito que acabo não fazendo nada, e os posts caíram nesse mesmo dilema. Não bastava ser um post descontraído sobre algo legal que eu tinha visto ou que estava a fim de compartilhar, tinha que ser um post super detalhado, com informações técnicas sobre o assunto, uma foto mega maravilhosa e publicado no dia exato que eu tinha pensado. Quando isso não acontecia eu ficava chateada, e aí batia aquele desânimo para qualquer escrita futura!

Juntando minha síndrome de perfeição + época corrida no trabalho + aquele sentimento básico de “estou escrevendo para as paredes” = fiquei um tempão sem postar. Seria engraçado se não fosse trágico! É curioso como desânimo puxa desânimo, né? Parece aquele lance de fazer exercício, quanto mais você faz mais quer fazer, e quanto menos faz, maior fica o buraco do sofá.

Alguém aí do outro lado é assim? O que vocês fazem para sair do lugar quando isso acontece? Alguma dica amiga? Comentem please, preciso muito saber que não sou um verme inútil perdido no mundo!! hehehe

Apesar de não escrever mais por aqui, eu continuava com a cabeça cheia de ideias ansiosas para serem jogadas na tela, e foi então que decidi recomeçar de uma maneira mais leve. Não sei o que isso vai virar, só sei que não quero abandonar a minha palavra do ano (falei dela aqui, lembram?).

Com vocês: LariCota, o retorno!!!

Prometo postar com uma certa frequência, mas não garanto que seja todos os dias. Prometo não abandonar minha palavra de 2013, mas não garanto fazer tudo como planejo na minha cabeça. Prometo retornar com mais empenho, mas não garanto cumprir todas as minhas promessas ;).

E você, também é vítima da síndrome da perfeição?!