Tags

, , , , , , , , ,

Eu nunca conversei com alguém que tenha passado uns dias em Londres e não tenha gostado, e comigo não foi diferente. Eu A-M-E-I conhecer Londres! É uma cidade com atrações para todos os gostos, fácil de se locomover com transporte público, conta com toda aquela estrutura e segurança de primeiro mundo e consegue misturar cenários antigos com os modernos sem ficar estranho.

A cidade é tão legal, que fazer nada em Londres também pode ser uma ótima opção 🙂

2013-08-29 - LariCota Passeios em Londres - Foto: Moisés Schini

Só tivemos boas impressões e boas experiências na cidade, foi uma viagem tranquila e sem imprevistos! Vou começar falando dos pontos turísticos mais conhecidos, aquele roteiro que a maioria faz quando vai à cidade pela primeira vez.

Como são vários os pontos turísticos da cidade, achei que ficaria muita informação em único post, então dividi as dicas em 2 posts e um entrará logo após o outro, ok?!

Tower bridge

A Tower Brigde é um dos cartões postais mais famosos de Londres e do mundo, e é também o ponto turístico favorito do meu namorado :). Ela é uma ponte basculante (que levanta uma parte para certas embarcações passarem), e foi construída em 1894 sobre o rio Tâmisa.

2013-08-29 - LariCota Passeios em Londres - Foto: Moisés Schini

A estação mais próxima da Tower Bridge é a Tower Hill (Circle ou District line), mas você pode descer em uma estação mais afastada e ir caminhando em direção à ponte, assim você consegue fotos legais com a ponte de fundo. Foi o que nós fizemos, descemos na London Bridge (Jubilee ou Northern line) e fomos passeando com calma até chegar na ponte.

Em uma das torres da ponte, você pode visitar a exibição que conta toda a história da Tower Bridge. O ingresso para adultos custa £8.00.

Ao lado da Tower Bridge fica a Torre de Londres, que é mais um monumento hitórico de Londres. O ingresso custa £21.45 para adultos, e esse valor pode mudar conforme a estação do ano.

London Eye

A London Eye é, provavelmente, a roda-gigante mais famosa do mundo. Ela fica a margem sul do Tâmisa e bem próxima ao Parlamento. A roda-gigante é tão grande que dá para ver Londres inteira lá de cima, e as gôndolas tradicionais foram substituídas por cabines grandes e fechadas que cabem até 25 pessoas. A vista noturna da London Eye é incrível!!

2013-09-04 - LariCota Passeios em Londres - Foto- Moisés Schin

Uma volta completa na roda-gigante leva 30 minutos e custa £19.20, mas se você comprar online tem 10% de desconto. Os preços podem variar de acordo com a idade e o tipo de ingresso que você quer (normal, menos fila, sem horário agendado, único ingresso para ver de dia e de noite, etc…).

Existem várias estações de metrô perto da London Eye, são elas: Waterloo, Embankment, Charing Cross e Westminster.

Big Ben

Um dos maiores símbolos britânicos é o sino de mais de 13 toneladas, que toca a cada hora no relógio da Clock Tower. A torre tem 96 metros de altura e faz parte do conjunto arquitetônico do Parlamento Britânico, que fica às margens do rio Tâmisa. Em 2012, durante as comemorações do jubileu da rainha Elizabeth II, a Clock Tower passou a ser chamada de Elizabeth Tower.

2013-09-04 - LariCota Passeios em Londres - Foto- Moisés Schin

 

Eu achei demais ver esse cartão postal de perto! Se você quer fazer um tour virtual e saber tudo sobre o Big Ben é só clicar aqui.

As visitas ao parlamento são abertas geralmente aos sábados e o ingresso custa £16.50. Para visitar especificamente a Elizabeth Tower e ver todo o mecanismo do Big Ben, só é permitido aos cidadãos ingleses ou que possuem visto de residência permanente na Inglaterra (outros países da UE não valem), e para isso não é cobrado ingresso, só precisa agendar a visita.

A estação de metrô mais próxima do Big Ben é a Westminster.

Palácio de  Buckingham

É a residência oficial da monarquia inglesa em Londres, e também onde acontece a famosa “Troca da Guarda” que virou uma verdadeira atração turística na cidade.

A troca acontece diariamente de maio a julho, e em dias alternados no restante do ano, mas vale conferir o site oficial antes de se programar, pois as datas podem ser alteradas em função de eventos importantes ou até de chuvas mais fortes. O evento é sempre às 11h30 da manhã e dura cerca de 30 minutos, mas recomendo chegar no mínimo 1h antes para pegar um bom lugar e conseguir ver a movimentação.

Em frente ao Palácio há um grande memorial com uma escadinha, e na minha opinião aquele é o melhor lugar para assitir a troca da guarda, principalmente se você for uma pessoa desprovida de altura como eu! Se você ficar do lado esquerdo (supondo que está olhando para o Palácio) vai ver melhor a movimentação, pois é dali que os guardas vêm para trocar o turno com os amigos. 

As estações mais próximas ao palácio são Green Park e St. James Park.

Além da troca da guarda, existem ainda algumas visitas disponíveis dentro do palácio. É claro que você não vai conhecer o quarto da rainha e nem ver a cozinha onde suas refeições são prepadas, mas é possível ver parte do mobilário da residência, algumas obras de arte da coleção real e até os estábulos reais. As exposições são separadas e algumas só ficam abertas no verão, então mais vez recomendo checar o site oficial (aqui) antes de viajar. Os preços para cada tipo de visita também estão disponíveis no site.

 

– King Cross St. Pancras Station

É a maior estação de trens metropolitanos de Londres, com 6 linhas diferentes operando. É uma estação super movimentada e é de lá que você consegue ir até Paris de trem, pois ele passa por um túnel atravessando o canal da mancha.

Mas nada disso é importante… o que importa de verdade é saber que esta é a estação para embarcar no Expresso de Hogwarts na plataforma 9 e 3/4 junto com o seu boy magia hahaha.

2013-08-31 - LariCota Passeios em Londres - Foto- Moisés Schin

Brincadeiras a parte, é lá que fica o famoso carrinho grudado na parede e muitas crianças pessoas tirando fotos empurrando o dito cujo. Hoje em dia existe uma fila organizada e uma pessoa tirando fotos para vender na lojinha depois, mas você também pode tirar a sua própria foto sem pagar nada. Um rapazinho fica organizando a fila e na sua vez pode escolher um cachecol de uma das casas para caracterizar a foto (óbvio que ninguém do bem escolhe a Sonserina ;)).

– Abbey Road

É a rua da famosa foto dos Beatles. É uma rua normal onde passam carros, então assim que o sinal fecha todo mundo corre para imitar os famosos passinhos e tirar foto. Exige um pouco de dedicação para conseguir uma foto boa, pois o sinal abre rapidinho e normalmente tem bastante gente querendo posar. Alguns motoristas são mais camaradas e até esperam uns segundinhos a mais, outros nem tanto e já começam a buzinar quando o sinal acaba de ficar verde.

2013-08-31 - LariCota Passeios em Londres - Foto- Moisés SchinNós fomos bem no meio da tarde e nem estava tão cheio, em menos de meia hora conseguimos uma foto “limpa”. Acho que é legal evitar os horários de pico (logo cedo e no final da tarde), e ir com boa vontade para atravessar a rua várias vezes!

Dica da LariCota: existe uma câmera instalada na Abbey Road que mostra direitinho a faixa de pedestre. Você pode ligar/mandar mensagem para alguém da família quando estiver lá e eles te verão ao vivo atravessando no maior estilo hehehe. Para ver quem está passando lá neste exato momento clique aqui.

A estação de metrô mais próxima é a St. John’s Wood.

Hyde Park

Sem dúvida um dos parques mais lindos que já fui! Nós ficamos em um hotel bem ao lado do Hyde Park, e o cenário era tão inspirador que eu até fui correr 3 dias dos 7 que ficamos na cidade. Fiquei muito orgulhosa de mim mesma por ter tirado os tênis da mala em uma viagem!!

2013-08-31 - LariCota Passeios em Londres - Foto- Moisés Schin

É enorme e uma delícia de passear ou fazer picnic, fica cheio de gente nos gramados durante o verão. Também dá para alugar bike e pedalar pelas ruas principais do parque. Só preisa prestar atenção que nem todas as áreas as bikes são permitidas, mas é muito fácil saber, pois tem um símbolo enorme dizendo para não entrar de bicicleta naquela via específica.

Fotos: Moisés Schini / LariCota

E você, já conhece Londres e tem alguma dica especial para MariCotas?!